Um sentido

Nunca entendi o porque da mentira, ainda busco sentido no amor
me sinto magoado com a vida, mas não quero nem sentir rancor
atormentado pela minha mente turbulenta, acorrentado coração no peito
serve só pra bombear sangue, confirma o médico
marcar o beat no bangue
nessa fita eu sou doutor
o sentido dessa vida é a morte
todos buscam indolor
como se fosse um sono bom,
vida incolor
só o sentimento, tudo que restou, no fim vai ser assim contigo também amor.

Lessiono o que vivi de construtivo, só falo se souber do assunto
um lance bem maior do que fazer poema, rimar a vida
falar do outro é tão mais fácil, difícil fazer uma análise pessoal
o papel já nem merece tanta gastação de brisa
sentir, migrou pro mundo digital
enfim chegou, a nova geração, tudo computadorizado
não computa dor
com uma puta dor
cheios de aplicativos
também tô nesse meio, já tenho até meu domínio
controle,
desliga essa TV.
realidade, porte ilegal
acredito,
não na sorte
quem foi que disse que favelado tem?
só sobrou os cortes, e muita morte
vou escrever qual desses assuntos?
será que pode dois em um?
se eu escrevo sem pontuação, talvez seja esquema do poema
no BR pode tudo, preferiram ignorar "a trema" (ü)
nem sei se diz "o trema"
entre aspas pra não ter tanto problema com a interpretação
sua mente orbitando um sideral que nem existe
mas criaram isso dentro de você
viver é só questão de, acredite se quiser,
no final você também vai morrer
é o sentido disso tudo.
viver